Tudo Sobre Religião Relâmpago arco-íris pôr do sol sobre colinas distantes - Tudo Sobre Religião Bandeira

A Virgem Maria


A Virgem Maria - Diferenças Interpretativas Dentro da Igreja
Quando os católicos se referem à Virgem Maria, eles querem dizer que ela permaneceu virgem durante toda sua vida. Quando os protestantes se referem a Maria como "virgem", eles querem dizer que ela era virgem até o nascimento de Jesus. Vamos dar uma olhada na escritura ...


A Virgem Maria - Uma Análise das Escrituras
Embora os Cristãos geralmente se refiram à mãe de Jesus como a "Virgem Maria", a Bíblia aparenta ensinar que Maria e José tiveram mais filhos após o nascimento milagroso de Cristo. Há cerca de dez ocorrências no Novo Testamento onde "irmãos do Senhor" são mencionados (Mt 12:46, Mt 13:55;. Marcos 3:31-34, Marcos 6:3, Lucas 8:19-20; João 2:12, 7:3, 5, 10; Atos 1:14; 1 Coríntios 9:5). Por exemplo, em Mateus 13:55 e Marcos 6:3, Tiago, José, Simão e Judas são chamados de "irmãos" de Jesus e aparentam fazer parte da mesma unidade familiar que José, Maria e Jesus.

    Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas? Não vivem entre nós todas as suas irmãs? (Mateus 13:55-56)
O argumento contra esta interpretação é que a palavra "irmão" em aramaico, a língua que Jesus falava, também pode significar "primo". Os escritores do Novo Testamento usaram a palavra grega "adelphos", a qual também pode significar "irmão" ou "primo".

Com base no idioma original, poderíamos argumentar que estes "irmãos" eram talvez os filhos de José de um casamento anterior? Talvez fossem primos de Jesus cujos pais morreram e que vieram morar com o tio José e tia Maria? A Bíblia não especifica. No entanto, não há mais nada mencionado no contexto destas passagens que indiquem que esses não eram, de fato, irmãos regulares de Jesus.

Mateus, um judeu escrevendo para judeus, chama Jesus de "seu filho primogênito" (Mateus 1:25), uma expressão usada pelos judeus apenas se outros filhos nasceram depois do primeiro. Caso contrário, a expressão "filho único" teria sido utilizada. Estudiosos acreditam que Mateus escreveu seu evangelho cerca de 35 anos após o miraculoso nascimento virginal de Cristo. Portanto, Mateus saberia se Maria teve filhos depois de Jesus.


A Virgem Maria - Um outro Pensamento Bíblico
A Bíblia não nos dá um exemplo claro de onde Deus ordena que um casal se abstenha de relações sexuais permanentemente. Na verdade, em 1 Coríntios 7:3-5, lemos que um homem deve desfrutar de sua esposa e a esposa do seu marido, e que o casal só deve se abster de sexo por mútuo consentimento e apenas por um tempo. Mas talvez Deus ordenou que José nunca desfrutasse de sua esposa. Nós não sabemos. A Bíblia não especifica. O que sabemos com certeza é que José "não a conheceu até que deu à luz seu filho" (Mateus 1:25). Esse "até" aparenta implicar que ele de fato teve união sexual com Maria depois do nascimento de Cristo. Não há nenhuma indicação de que sua abstinência tenha sido permanente.


A Virgem Maria - Será que isso importa?
Nossa preocupação não deve ser se a "Virgem Maria" permaneceu ou não virgem após o nascimento de Cristo. Isso não tem qualquer influência bíblica sobre a nossa salvação e, portanto, é uma questão periférica. Certamente, a doutrina cristã afirma que Maria permaneceu virgem até pelo menos depois que Cristo nasceu. Consequentemente, um argumento poderia ser feito em qualquer direção. No entanto, se a virgindade perpétua de Maria for usada como parte da doutrina que a eleva a um nível de adoração, especialmente como co-mediadora com Cristo, então temos de questionar a motivação para essa interpretação. A Bíblia ensina que devemos confiar em Cristo - e somente Cristo - para a salvação. Somar ou subtrair ao que Jesus Cristo fez na cruz não é bíblico e, portanto, muito equivocado.

Continue lendo agora!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutReligion.org, Todos os Direitos Reservados