Tudo Sobre Religião Relâmpago arco-íris pôr do sol sobre colinas distantes - Tudo Sobre Religião Bandeira

Comparação de Religiões


Comparação de Religiões - Uma comparação de "Religiões" Dentro da Igreja Cristã
Indiscutivelmente, as comparações religiosas mais polêmicas que ocorrem no mundo de hoje estão dentro da própria "religião" Cristã. Grupos que se identificam como parte do Cristianismo incluem (mas não estão limitados a): Igrejas Independentes Africanas (AIC), a Igreja de Aglipayan, Amish, Anglicanas, Apostólica Armênia, Assembleias de Deus, Batistas, Capela do Calvário, Católicos, Igreja Cristadelfiana, Ciência Cristã, da Comunidade de Cristo, a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Igreja Copta, Igrejas Ortodoxas Orientais, Igreja Ortodoxa Etíope, Evangélicas, Iglesia ni Cristo, as Testemunhas de Jeová, a Igreja Local, Luteranas, Metodistas, Nestorianas, Nova Apostólica, Pentecostais, dos Irmãos Plymouth, Presbiterianas, Exército da Salvação, Adventistas do sétimo dia, Shakers, Igrejas de Pedra-Campbell (Discípulos de Cristo, Igrejas de Cristo, a "Igreja Cristã e as Igrejas de Cristo", Igreja Internacional de Cristo); Igrejas Uniate, Igreja Unida de Cristo / Congregacionalistas, Igreja da Unidade, Igreja Universal do Reino de Deus, Igrejas Vineyard e outras. Esses grupos possuem diferentes graus de similaridade e cooperação doutrinais. No entanto, existem muitas vezes argumentos marcantes e divisivos relativos a certas doutrinas da fé.

Então, por que existem tantas denominações, movimentos, grupos e seitas diferentes dentro da chamada igreja Cristã, muitos dos quais afirmam possuir a "plenitude da fé" a ponto de excluir os outros? Na verdade, o "Corpo de Cristo" inclui todos os membros da raça humana que tenham estabelecido uma relação com Deus Pai através de Jesus Cristo, o Filho. Segundo a Bíblia, isso requer arrependimento dos pecados, aceitação de Cristo como Salvador pessoal e um compromisso com Deus através de obediência à Sua vontade. Independentemente da denominação ou filiação, são essas as pessoas que constituem o Corpo de Cristo - a verdadeira igreja Cristã. As várias denominações, movimentos e grupos que existem hoje são principalmente o resultado da Reforma Protestante. Outros períodos significativos no mundo e na história dos EUA, como a escravidão, o Pentecostalismo e o “Movimento de Jesus”, foram marcados por um ressurgimento da fé Cristã devido a questões culturais e/ou um movimento do Espírito Santo (chamado de um reavivamento). Alguns grupos e seitas simplesmente surgiram como resultado do ensino equivocado e/ou intenções corruptas.


Comparação de Religiões - A Essência do Cristianismo
Por que há tantas "comparações de religiões" dentro da igreja Cristã hoje? Será que entristece a Deus o fato de que temos formado várias denominações em Sua igreja? Na superfície, a "variedade" dentro da igreja de Cristo não deve ser um problema. Deus ama a variedade, e somos capazes de testemunhar o Seu amor por ela na natureza, bem como em nossos próximos. Ele igualmente honra e abençoa as pessoas de muitas denominações, embora sua adoração a Ele possa ser litúrgica, cerimonial ou informal. A questão importante é que adoremos a Jesus Cristo quando nos reunimos em Seu nome. A questão essencial é saber se nossas declarações de fé (credos) estão de acordo com os ensinos fundamentais da Bíblia. Se os fundamentos da fé Cristã forem consistentes entre as várias denominações, todas as outras doutrinas e cerimônias "apartes" não são tão importantes. Mais importante ainda, nossa caminhada diária com Cristo deve ter como fundação uma relação de fé e amor por nosso Senhor. O Cristianismo é um processo de crescimento e maturidade espiritual, não um evento único ou obrigação semanal amarrada a uma localização física. O verdadeiro Cristianismo exige uma entrega diária da nossa vontade à vontade de nosso Criador. A igreja que frequentamos a cada semana é algo insignificante em comparação à forma em que nos dedicamos a Deus a cada momento em nossa vida.

Jesus Cristo fundou o Cristianismo, mas não como uma "religião" ou com a intenção de torná-lo um tipo exclusivo de "organização". Pelo contrário, os Apóstolos foram especificamente instruídos a difundir o Evangelho primeiro aos judeus, depois aos gentios e então às extremidades da terra. O Cristianismo não é uma religião. O Cristianismo não é uma denominação. O Cristianismo não é o prédio de uma igreja. O Cristianismo é um relacionamento com Deus através do poder e da graça do Seu Filho, Jesus Cristo. É confiar em Jesus e no que Ele fez na cruz por você (1 Coríntios 15:1-4), não no que você pode fazer por si mesmo (Efésios 2:8-9). Tradições religiosas, prédios ornamentados, pregadores extravagantes, regras, rituais e vestuários não são o propósito do Cristianismo. Na verdade, o verdadeiro propósito do Cristianismo é receber Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor.... e ponto final.


Comparação de Religiões - A mensagem eterna de Jesus Cristo
Comparação de religiões é um desperdício de tempo para os Cristãos. Os Cristãos devem, ao invés, comparar o seu coração com a eterna mensagem de Jesus Cristo na Bíblia. O céu é simplesmente prometido a todos os que têm sido "regenerados", ou "nascidos de novo", e é uma das promessas que Deus tem dado a nós em Sua Palavra. Se verdadeiramente temos recebido Jesus Cristo como Senhor e Salvador, somos então recebedores da promessa de que estaremos na presença de Deus imediatamente após a nossa morte física. Nenhuma denominação ou grupo tem um "cadeado" ao conhecimento perfeito de Deus. De fato, a Bíblia nos diz que algumas verdades não serão reveladas a nós nesta vida. Deve-se salientar novamente, entretanto, que as crenças principais de qualquer denominação Cristã devem estar enraizadas no Evangelho. A salvação é um presente ou algo a ser a ser ganho como mérito? A resposta deve ser que somos salvos pela graça mediante a fé em Jesus Cristo e não por qualquer tipo de obras (Efésios 2:8-9).

Cresça mais agora!



O que você acha?
Todos nós pecamos e merecemos o julgamento de Deus. Deus, Pai enviou o Seu único Filho para satisfazer o julgamento por aqueles que creem nEle. Jesus, o Criador e eterno Filho de Deus, viveu uma vida sem pecado e nos ama tanto que morreu pelos nossos pecados, tomando sobre Si o castigo que nós merecemos, foi enterrado, e ressuscitou dos mortos, de acordo com a Bíblia. Se você realmente crê e confia nisso de coração, e escolher receber a Jesus como o seu único Salvador, declarando, "Jesus é o Senhor", você será salvo do julgamento e passará a eternidade com Deus no céu.

Qual a sua resposta?

Sim, eu quero seguir Jesus

Eu já sou um seguidor de Jesus

Ainda tenho dúvidas





Como posso conhecer a Deus?




Se você morresse, por que Deus deveria deixar você entrar no céu?


Direito Autoral © 2002-2020 AllAboutReligion.org, Todos os Direitos Reservados